Festivaleiros enchem a Zambujeira do Mar

Já há centenas de jovens acampados na Herdade da Casa Branca, prontos para uma festa que arranca na quarta-feira.
07.08.18
  • partilhe
  • 3
  • +
O festival MEO Sudoeste arranca na quarta-feira, mas os festivaleiros começaram a chegar ao recinto há três dias. Quando questionados sobre a tarefa mais complicada à chegada, a resposta é unânime: "A tenda, claro!", referem, de sorriso no rosto.
O cartaz do Festival Sudoeste 2018

São muitos os que se juntam, intitulando-se de tribo. Depois, resta escolher o nome e aí imaginação não falta. A tribo Didinho surgiu em homenagem a um dos colegas que estaria no festival, mas devido a um acidente de mota acabou por cancelar a viagem até à Herdade da Casa Branca, na Zambujeira do Mar.

Se um evento desta grandeza demora dois meses a ser preparado, com a intervenção de três mil pessoas, a preparação dos campistas também não é fácil. Entre latas de atum, salsichas e batatas fritas, passando pelo arroz e cereais, nada falta à ementa. Mas também os sacos de cama, os colchões, as mesas, as panelas e o detergente da loiça fazem parte de uma vasta lista do que é essencial à sobrevivência nestes dias.

Para aqueles que aproveitam o MEO Sudoeste ao máximo, são nove dias longe de casa e entregues a si mesmos. Na zona da cozinha, os minutos de espera por um fogão podem estender-se a horas. Mas a animação não falta, principalmente quando a tarefa de cozinhar toma outras proporções. "Estou a cozinhar para mim e para a minha namorada. Vamos ver se ela aprova", revela um jovem.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!