Finanças congelam 1343 milhões de euros

Cativações de 922 milhões de euros somam-se a 'reservas' de mais de 421 milhões.
Por João Maltez|28.08.18
Finanças congelam 1343 milhões de euros
Ministério das Finanças Foto Pedro Catarino

Entre cativações e dinheiro 'parado' nos diferentes ministérios, a verba global congelada pelo Ministério das Finanças ascendia a mais de 1343 milhões de euros até ao final do primeiro semestre deste ano, segundo dados da síntese de execução orçamental de julho ontem tornados públicos pela Direção-Geral do Orçamento (DGO).

Os valores cativos no final de junho correspondiam a 922,2 milhões de euros, mas se a esse montante somarmos os 421,5 milhões de euros da chamada 'reserva orçamental', as cativações somavam, no final desse mês, 1343,7 milhões de euros, segundo a DGO.

A ferrovia, uma das área politicamente mais expostas nos últimos meses, com a oposição a acusar o Governo de a descurar ao nível do investimento, está entre os setores que têm verbas mais avultadas sujeitas a congelamento. Os dois ministérios com a tutela dos transportes e das infraestruturas - Ambiente e Planeamento - têm sob cativação mais de 118 milhões de euros destinados aos serviços ferroviários.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!