Francês acusado de preparar atentados no Euro2016 condenado a seis anos de prisão

Homem foi intercetado com um arsenal de guerra.
Por Lusa|21.05.18
  • partilhe
  • 0
  • +
A justiça ucraniana condenou esta segunda-feira a seis anos de prisão o francês Grégoire Moutaux, preso em 2016 na fronteira entre a Ucrânia e a Polónia, com um arsenal de guerra e acusado de estar a preparar atentados durante o campeonato europeu de futebol Euro2016, em França, revelaram as autoridades.

"O tribunal declarou a sentença: seis anos de prisão", disse à agência noticiosa AFP uma responsável do tribunal, Natalia Lessiuk.

O tribunal da pequena cidade de Liuboml, na Volínia (noroeste da Ucrânia), considerou Moutaux, de 27 anos, culpado de "envolvimento na preparação de um atentado terrorista", "detenção ilegal" e "tentativa de contrabando" de armas e explosivos, acrescentou a porta-voz do Ministério Público local Natalia Mourakhevytch.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!