“Fui autor das facadas, tenho de ser castigado”

Arguido deu quatro facadas na vítima após uma troca de olhares na Queima das Fitas do Porto.
Por Nelson Rodrigues|18.04.18
Miguel Barros, de 22 anos, confessou esta terça-feira ao coletivo de juízes, durante as alegações finais no Tribunal de S. João Novo, no Porto, que esfaqueou Nelson Torres, de 29, na madrugada de 13 de maio do ano passado, no recinto da Queima das Fitas.

"O que eu fiz foi despropositado, eu sei. Fui o autor das facadas e tenho de ser castigado. Acho bem estar preso e a pagar por isso. Mas gostava que me dessem uma oportunidade", afirmou o arguido, que está em prisão preventiva, acusado de tentativa de homicídio.

Na origem do crime esteve uma troca de olhares, já numa altura de encerramento do Queimódromo, depois de uma noite de consumo de álcool. Após uma acesa discussão, Miguel pegou num objeto cortante e golpeou Nelson quatro vezes - no pescoço, na cara e no abdómen. A vítima ficou em estado grave.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!