Funcionário do Politécnico da Guarda eletrocutado

Vítima estava a trabalhar no interior de um posto de transformação do estabelecimento.
Por A.S.|05.05.18
Um funcionário do Instituto Politécnico da Guarda, de 56 anos, sofreu esta sexta-feira queimaduras graves depois de ter sido eletrocutado quando trabalhava no interior de um posto de transformação, no campus do estabelecimento.

A intervenção que estava a ser feita pela vítima inseria-se nos preparativos  para a cerimónia da bênção das pastas, no domingo.

"Sofreu queimaduras na cara e pescoço que podem vir a afetar as cordas vocais. Foi transportado para o Hospital de Coimbra mas está a recuperar muito bem e estamos otimistas quanto ao seu restabelecimento", disse Constantino Rei, presidente do Politécnico.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!