Funcionários do Google contra projeto que compactuará com censura chinesa

Empresa terá um plano secreto para criar um motor de busca que vai colaboraer com as exigências da China.
Por Lusa|17.08.18
  • partilhe
  • 0
  • +

Cerca de 1.400 empregados da Google assinaram uma carta de protesto contra o desenvolvimento de uma versão do motor de busca da empresa adaptado às exigências da censura na China.

Segundo uma notícia do jornal New York Times, os funcionários dizem que não têm informações necessárias para "tomar decisões eticamente informadas" sobre o seu trabalho" e criticam que a maioria dos funcionários tenha conhecido o projeto - apelidado de Dragonfly - através da comunicação social.

A carta é semelhante a uma outra assinada por milhares de funcionários contra o projeto Maven, um contrato militar dos Estados Unidos que o Google decidiu não renovar em junho.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!