General detido por ligação ao suposto atentado contra Maduro

Procurador Tarek William Saab anunciou que, neste momento, existem 14 pessoas detidas e apresentadas à justiça, sendo que o número de suspeitos por envolvimento no suposto ataque aumentou para 34.
14.08.18
  • partilhe
  • 0
  • +

O Ministério Público Venezuela anunciou a detenção de um general no âmbito das investigações ao incidente de 4 de Agosto, que o regime de Caracas definiu como um "atentato" contra o presidente, Nicolas Maduro. A notícia está a ser avançada peles media locais, que indicam que o detido é o general de brigada Héctor Armando Hernández Da Costa.

O procurador Tarek William Saab anunciou que, neste momento, existem 14 pessoas detidas e apresentadas à justiça, sendo que o número de suspeitos por envolvimento no suposto ataque aumentou para 34.

No Twitter, o jornalista Luis Gonzalo Pérez revelou que o general garantiu que os polícias que o detiveram "não tinham nenhum mandado de captura" em seu nome. 



No passado dia 4 de Agosto, duas explosões, que as autoridades dizem terem sido provocadas por dois drones, obrigaram Maduro a abandonar rapidamente uma cerimónia de celebração do 81º aniversário da Guarda Nacional Bolivariana.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!