Governo admite incentivos fiscais e taxas para reduzir plásticos

Conclusões de grupo de trabalho vão ser apresentadas a 8 de junho.
Por Lusa|03.06.18
  • partilhe
  • 2
  • +
As medidas para reduzir a utilização de plástico nas embalagens podem incluir incentivos fiscais ou taxas, visando mudar comportamentos, sinalética para lojas com boas práticas ou partilha de utensílios entre cafés, segundo o secretário de Estado do Ambiente.

"Tentaremos consensualizar legislação complementar", afirmou Carlos Martins em entrevista à agência Lusa, mas também contratualizar com os operadores que têm atividade relacionada com o consumo de plástico e ver em que medida no Orçamento do Estado para 2019 o que for matéria de natureza fiscal "pode estar refletido, quer seja de incentivo a outras alternativas, quer seja uma taxação para reduzir" a utilização daquele material.

Os incentivos teriam como objetivo a mudança de comportamentos entre os consumidores e a incorporação de novas alternativas tecnológicas entre os produtores ou distribuidores de bens.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!