Greve corta 400 voos da Ryanair

Um em seis voos da companhia aérea irlandesa de baixo custo ficou em terra.
Por F.J.G.|11.08.18
  • partilhe
  • 0
  • +
Uma greve coordenada de pilotos da Ryanair em cinco países europeus forçou o cancelamento de 400 voos da companhia aérea irlandesa de baixo custo, afetando mais de 60 mil passageiros.

A greve de 24 horas envolve pilotos na Alemanha, Suécia, Irlanda, Bélgica e Holanda e surge após meses de protestos dos trabalhadores da Ryanair, que exigem que os seus contratos sejam regidos pelas leis dos países onde trabalham e não pelas leis laborais da Irlanda.

Em julho, uma greve de 48 horas de assistentes de bordo em Portugal, Espanha e Bélgica forçou a Ryanair a cancelar 300 voos. A greve desta sexta-feira deixou em terra um em cada seis voos.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!