Greve dos enfermeiros com adesão entre os 83% e os 96%

Em causa está o impasse na negociação do acordo coletivo de trabalho, que começou há um ano.
Por Lusa|13.08.18
  • partilhe
  • 0
  • +

A greve de cinco dias dos enfermeiros, que teve início às 00h00 desta segunda-feira, está a ter uma adesão entre os 83% e os 96%, disse à Lusa o dirigente da Federação Nacional dos Sindicatos de Enfermeiros (FENSE).

O protesto dos enfermeiros associados da Federação Nacional dos Sindicatos de Enfermeiros (FENSE), que integra o Sindicato Independente Profissionais de Enfermagem (SIPE) e o Sindicato dos Enfermeiros (SE), visa protestar contra o impasse na negociação do acordo coletivo de trabalho, que começou há um ano.

Em declarações à agência Lusa, o dirigente da FENSE, José Correia Azevedo, adiantou que a adesão à greve dos enfermeiros "está a ultrapassar as expetativas" e espelha o "o descontentamento muito grande" dos profissionais de saúde.

Greve afeta serviços de alimentação e lavandaria nos hospitais de Coimbra
A distribuição de refeições aos doentes do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra está a registar falhas na sequência da greve dos trabalhadores da empresa que fornece os serviços de alimentação, bares e lavandaria, disse fonte sindical.

A greve dos trabalhadores do SUCH regista esta segunda-feira uma adesão superior a 80% no Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC), afetando os serviços de alimentação, bares e lavandaria, disse à agência Lusa António Baião, do Sindicato dos Trabalhadores da Indústria de Hotelaria, Turismo, Restaurantes e Similares do Centro.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!