Guardam filho recém-nascido morto em casa durante 18 meses

Menino terá morrido cerca de 10 horas após ter nascido. Polícia fez descoberta macabra após buscas.
05.04.18

Um casal norte-americano foi detido depois das autoridades terem encontrado o corpo de um recém-nascido em elevado estado de decomposição na casa em que os dois viviam, em Hicksville, Ohio, EUA. O bebé é filho do casal e, segundo o que o casal relatou às autoridades, terá morrido dez horas após o parto.

Segundo as autoridades, Jared Stark, de 33 anos e a mulher, Sarah, de 35, moveram o corpo do pequeno Ezra entre as divisões ao longo de mais de um ano. Os dois estão acusados de negligência, por não terem prestado cuidados médicos ao filho bebé, que nasceu com problemas respiratórios.

A criança morreu no dia 29 de outubro de  2016 e o corpo só foi encontrado no dia 28 de março de 2018, depois de uma denuncia anónima ter motivado as buscas da polícia.

Segundo documentos oficiais, seria o pai que mexia no cadáver do filho e que eventualmente o colocou dentro de uma caixa de plástico, escondendo-a num anexo da casa.

O casal está ainda acusado de maus-tratos infantis e profanação de cadáver. A polícia investiga se o comportamento do casal com o corpo do filho foi motivado pela religião. Os dois eram membros da igreja do Tebernáculo da Luz do Evangelho.

O corpo do pequeno Ezra será sujeito a uma autópsia e os pais mantêm-se em prisão preventiva até ao início do julgamento, marcado para 10 de abril.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!