Guardas prisionais em greve no Natal e no Ano Novo

Agentes protestam contra o novo horário de trabalho e alteração nas remunerações.
Por Lusa|20.12.17

Os guardas prisionais vão fazer greve no período do Natal e Ano Novo em protesto contra o novo horário de trabalho e alteração nas remunerações, disse um sindicato, que alerta para possíveis problemas de segurança nos estabelecimentos.

Em declarações à agência Lusa, o presidente do Sindicato Nacional do Corpo da Guarda Prisional (SNCGP), Jorge Alves, adiantou que existem dois períodos de greve: um entre os dias 24 e 27 de dezembro em seis estabelecimentos prisionais e outro nos dias 24, 25 e 27 nas restantes prisões.

"O primeiro período será em seis estabelecimentos (Lisboa, Porto, Paços de Ferreira, Coimbra, Castelo Branco e no Funchal, na Madeira) nos quais a Direção-Geral dos Serviços Prisionais decidiu aplicar o novo horário de trabalho", disse.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!