Sub-categorias

Notícia

Aumento do salário mínimo pode subir preço do pão

Salário mínimo de 557 euros implica um acréscimo de 2,5% dos custos de produção.
Por Lusa|11.01.17
Aumento do salário mínimo pode subir preço do pão
Pão Foto Duarte Roriz / Correio da Manhã

A Associação dos Industriais de Panificação, Pastelaria e Similares de Lisboa (AIPL) anunciou esta quarta-feira que o aumento do salário mínimo implica um acréscimo de 2,5% dos custos de produção, que poderá levar ao aumento dos preços dos produtos finais.

A AIPL, representante das Padarias dos distritos de Lisboa, Santarém, Setúbal, Leiria e Évora "vê com apreensão a repercussão do aumento do Salário Mínimo Nacional (SMN) nesta indústria".

"No nosso setor, só os salários pesam entre 45 a 55% nos custos de produção, pelo que um aumento do SMN em 5% reflete-se num acréscimo dos custos de produção da ordem dos 2,5%", disse a associação numa nota de imprensa.

A AIPL lembrou ainda "que há aumentos de outros Fatores de Produção (luz, água, combustíveis, entre outros)".

"A AIPL vê com muita dificuldade que as empresas do setor consigam sobreviver sem ter que proceder a atualizações dos preços dos seus produtos finais", concluiu a associação.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Cm ao Minuto

Fernando Ilharco

Emoções que desconhece

‘Gigil’ é sentir vontade intensa de apertar uma pessoa porque é fofa e querida".

J. Rentes de Carvalho

O queixume dos betinhos

Umas mulheres, seguindo a idosa Catherine Deneuve, vieram defender o direito ao namoro.

Victor Bandarra

Droga de vida!

É um ‘dealer’ com pinta, as miúdas ficam malucas por ele.

Joana Amaral Dias

Quarto escuro

Falta os deputados lembrarem-se que não são agentes secretos.

João Vaz

Exorcizar o diabo

Os adeptos do pessimismo que alguns pretendem ser expressão do saber e da inteligência, enfrentam sintomas de descoroçoamento.

Francisco Moita Flores

Rio a sul

Rui Rio vai precisar de ultrapassar este ressabiamento sulista, elitista e reacionário.

Ricardo Valadas

Ponto final

PJ e PSP têm mulheres e homens dispostos a dar a vida pelos outros.

pub