Sub-categorias

Notícia

Marcelo exige "verdade" em nome dos 64 mortos de Pedrógão

Para o Presidente da República, "os poderes públicos não corresponderam às expectativas" dos portugueses.
Por Lusa|17.07.17

O Presidente da República reiterou esta segunda-feira a exigência de apuramento da verdade quanto ao incêndio de Pedrógão Grande que fez 64 mortos, lembrando que "os poderes públicos não corresponderam às expectativas" dos portugueses.

"Sessenta e quatro mortos interpelam-nos, exigindo verdade, convergência e reconstrução, com a humildade de assumirmos que os poderes públicos não corresponderam às expectativas neles depositadas", acentua Marcelo Rebelo de Sousa numa mensagem colocada no "site" da Presidência, "por ocasião do 30.º dia da Tragédia.

O chefe de Estado já tinha colocado hoje de manhã uma mensagem para agradecer a solidariedade dos portugueses após os incêndios na região Centro, que fizeram 64 mortos e 250 feridos, mas optou depois por autonomizar o agradecimento e colocar um outro texto na página para relembrar a exigência do apuramento dos factos

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Cm ao Minuto

pub