Inspeção-Geral de Finanças iliba Paulo Núncio

A Inspeção-Geral de Finanças revela conclusões do inquérito.
Por Lusa|26.05.15
  • partilhe
  • 0
  • +
Inspeção-Geral de Finanças iliba Paulo Núncio
O secretário de Estado dos Assuntos Fiscais Paulo Núncio Foto Miguel A. Lopes/Lusa

O relatório da Inspeção-Geral de Finanças iliba Paulo Núncio e conclui que existiu no Fisco um sistema para monitorizar os dados do Presidente da República, primeiro-ministro, vice-primeiro-ministro e secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, constituindo uma medida "não fundamentada, arbitrária e discriminatória".

A Inspeção-Geral de Finanças (IGF) recomenda à Autoridade Tributária (AT) que instaure procedimentos disciplinares aos dirigentes envolvidos na criação da 'Lista VIP', considerando que os atos praticados podem representar "diferentes ilícitos, graus de culpa e de censura".

Nas conclusões do inquérito que a IGF fez à atuação da AT, e que confirmou a existência desta lista de contribuintes no Fisco, a entidade liderada por Vitor Braz recomenda que "seja ponderada a instauração de procedimentos disciplinares aos trabalhadores e dirigentes envolvidos na definição, aprovação e implementação da 'Alarmística - acesso a dados pessoais' [a chamada 'lista VIP']".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!
Comentário mais votadoEscreva o seu comentário
  • De bruno0026.05.15
    o normal...
1 Comentário