Investigação ao banco Montepio não atrasa "Operação Marquês"

Joana Marques Vidal sublinhou que "o andamento de um não tem nada a ver com o andamento do outro".
31.03.17
  • partilhe
  • 0
  • +
A Procuradora-Geral da República (PGR), Joana Marques Vidal, afirmou esta sexta-feira em Viana do Castelo que a investigação ao banco Montepio não vai atrasar a Operação Marquês.

"Há uma certidão que foi extraída do processo Marquês. Ou seja, o andamento de um não tem nada a ver com o andamento do outro. São processos que têm fases de desenvolvimento da respetiva investigação completamente distintas e que não se entrecruzam", afirmou a magistrada.

Na quarta-feira, a PGR confirmou a existência de um inquérito, com três arguidos constituídos, para investigar o financiamento concedido pelos bancos Montepio e Espírito Santo a um fundo para a compra de terrenos.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!
Comentário mais votadoEscreva o seu comentário
  • De  Anónimo 01.04.17
    Srª procuradora , todo o espectáculo, estamos apreciar, com a justiça, a SRª nao tem culpa culpa tem quem a nomeou, esses sim sao os culpados.Só sao averiguados casos a quem uma certa cor interessa, de resto sao paisagens.
1 Comentário
  • De  Anónimo 01.04.17
    Srª procuradora , todo o espectáculo, estamos apreciar, com a justiça, a SRª nao tem culpa culpa tem quem a nomeou, esses sim sao os culpados.Só sao averiguados casos a quem uma certa cor interessa, de resto sao paisagens.
    Responder
     
     0
    !