Investigadores continuam sem saber a causa do desaparecimento do voo MH370

Avião da Malaysia Airlines desapareceu dos radares a 8 de março de 2014, cerca de 40 minutos após a descolagem em Kuala Lumpur com destino a Pequim.
30.07.18
  • partilhe
  • 0
  • +
Num relatório divulgado esta segunda-feira por vários investigadores que estão a estudar a rota do voo MH370, que fazia a ligação Kuala Lumpur até Pequim, confirma-se que continuam por esclarecer as causas que levaram ao desaparecimento do avião.

"A nossa equipa continua sem determinar a causa real do desaparecimento do voo MH370", afirma Kok Soo Chon, líder da equipa de investigadores. "As causas só vão ser realmente conhecidas quando todos os destroços do avião forem encontrados", acrescentou.

As autoridades da Malásia admitem o envolvimento de "terceiros" no caso do desaparecimento.

A bordo do avião iam 239 pessoas. O voo MH370, da Malayisia AirLines, fazia a ligação entre Kuala Lumpur e Pequim, no dia 8 de março de 2014, e "depois de ter mudado" de rumo despenhou-se no Oceano Índico.




pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!