Investigadores internacionais a caminho de Douma

Equipa da Organização para a Proibição de Armas Químicas partiu este sábado de Damasco, anunciou a Rússia.
21.04.18
  • partilhe
  • 1
  • +
Os especialistas da Organização para a Proibição de Armas Químicas estão finalmente a caminho da cidade de Douma, depois de vários dias de espera para terem autorização para se deslocarem para a cidade onde se suspeita que tenha havido um ataque químico perpetrado pelo governo do presidente, Bashar al-Assad.

A informação, citada pela BBC, foi avançada pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia, que tem defendido o chefe de estado sírio das acusações do Ocidente. 

Os Estados Unidos, a França e o Reino Unido realizaram a 14 de Abril uma série de ataques com mísseis contra alvos associados à produção de armamento químico na Síria, em resposta a um alegado ataque com armas químicas na cidade de Douma, Ghouta Oriental, por parte do governo de Bashar al-Assad. O alegado ataque químico de 7 de Abril fez pelo menos 40 mortos e 500 feridos.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!