Irmão de Meghan Markle acusa família real de impedir contacto da duquesa com os familiares

Thomas Markle Junior espera que a meia-irmã faça as pazes com o pai antes que “seja tarde demais”.
22.08.18
  • partilhe
  • 0
  • +

Thomas Markle Junior, meio-irmão de Meghan Markle, acusa a família real britânica de não ter recebido a duquesa de Sussex da mesma forma que receberam Kate Midlleton, impedindo-a de se relacionar com os seus parentes e familiares. Em declarações ao jornal The Mirror, o irmão de 52 anos confessa ainda que espera que Meghan se reconcilie com o pai de ambos "antes que seja tarde demais", dado o estado de saúde cada vez mais delicado do senhor de 74 anos.

De acordo com o Mirror, Thomas incita a irmã a fazer as pazes, dizendo que ela deve sentir-se na obrigação de apoiar o pai tal como este a apoiou quando ela era criança.

O homem alega ainda que será a família real que não permite que Meghan se relacione com a família e como tal nem permitiu que os convidasse para o casamento com Harry, situação que não aconteceu aquando do casamento de William com a família da noiva Kate.

Recorde-se que Meghan também continua afastada da meia-irmã Samantha de 53 anos que se prepara para escrever um livro sobre a duquesa de Sussex.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!