Itália trava navio com 224 migrantes a bordo

Ministro do Interior italiano acusa ONG de ajudarem máfias da migração clandestina.
Por F.J.G.|22.06.18
  • partilhe
  • 0
  • +
Depois de no dia 10 ter rejeitado os 629 migrantes salvos pelo navio 'Aquarius', o ministro do Interior italiano, Matteo Salvini, negou esta quinta-feira a entrada em Itália de um barco com pavilhão holandês ao serviço da ONG alemã 'Lifeline', recusando receber os 224 migrantes que viajam a bordo.

Salvini acusou as ONG de fazerem "serviço de táxis do mar" e frisou que não "pisarão de novo portos italianos, pois o país não pode sustentar os custos económicos e sociais de uma migração descontrolada".

Sobre o novo navio disse que "Itália só o verá em postal" e condenou as agências humanitárias dizendo que ajudam "as máfias da migração clandestina que faz milhares de vítimas".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!