Jovens condenados por agressão mortal em Albufeira

Paulo Santos tinha 35 anos e foi morto à pancada em rixa junto a uma rulote de comida.
Por Ana Palma|14.07.18
Paulo Santos, de 35 anos, foi violentamente agredido, a soco e pontapé, na rua Infante D. Henrique, em Albufeira, às 06h00 de 3 de setembro do ano passado. Ficou em estado muito grave e morreu cinco dias depois, no hospital de Faro. Esta sexta-feira, o Tribunal de Portimão condenou dois jovens, com cerca de 20 anos, pela morte da vítima.
Jovens condenados por agressão mortal em Albufeira

João Semedo, o primeiro a esmurrar Paulo, fazendo-o cair, foi condenado a oito anos de prisão. Já Iuri Semedo, que também deu um murro na vítima, fazendo-a cair de costas e que ainda lhe deu um pontapé na cabeça já no chão, foi condenado a uma pena de nove anos de prisão.

O terceiro arguido foi absolvido, pois o coletivo deu como provado que ele não esteve envolvido nas agressões. Foi, contudo, condenado à pena de um ano e meio de prisão, suspensa, por coação. E um quarto arguido, acusado de ofensas à integridade física, foi absolvido porque ninguém apresentou queixa contra ele.

Os desacatos começaram quando Paulo Santos estava na fila da rulote de comida, a fumar, o que incomodou outra pessoa, que reagiu. Daí às agressões foi um ápice. Os homicidas juntaram-se à confusão e, depois de terem agredido a vítima, fugiram.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!