Judiciária chama lesados de assalto

Valor total ainda não está apurado. Gang inclui um PSP.
Por Liliana Rodrigues e Tânia Laranjo|28.07.18
  • partilhe
  • 0
  • +
A Polícia Judiciária do Porto está a chamar os clientes do Santander Totta que foram lesados na sequência de um assalto milionário protagonizado, na noite de S. João, na dependência localizada na Avenida Central de Braga, por um gang que viria a ser desmantelado pela GNR.
Judiciária chama lesados de assalto

O furto ocorreu quando decorriam obras na agência, pelo que, para os clientes, estará em causa negligência da parte do banco na proteção dos bens que foram retirados de 58 cofres individuais - entre joias, dinheiro e diversa documentação, em depósitos cujo conteúdo o banco desconhece.

Ainda não há uma quantificação total feita, embora, ao que o CM apurou, o número não se aproxime do valor de dez milhões de euros ontem avançado por um jornal. Ainda assim, trata-se de um golpe extremamente significativo.

Recorde-se, tal como o CM avançou, o facto de a GNR ter conseguido recuperar um milhão de euros em bens e dinheiro na operação que culminou na detenção de nove assaltantes, incluindo um agente da PSP de Ponte de Lima.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!