Lisboa e Porto com cartazes de peso para a Passagem de Ano

Programas grátis na Capital e na Invicta para um Réveillon em grande.
Por Ana Maria Ribeiro e Manuel Jorge Bento|28.12.17
Em Lisboa, ultimam-se os preparativos para as três noites de festa que a Câmara Municipal – este ano pela primeira vez em colaboração com a Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural (EGEAC) – está a preparar para o final do ano. As noites de 29, 30 e 31 vão ser cheias de música (e não só), e culminarão, às 00h00 de dia 1, com fogo de artifício sobre o rio Tejo, que já se tornou tradição na cidade.

A primeira noite é de fado, com um concerto de Ana Moura; a segunda, de música africana, com as prestações de Lura e Bonga (sempre às 22h00), mas como seria de prever a maior expectativa está a ser gerada em torno do concerto de dia 31, para o qual foram desafiados nomes como Ana Bacalhau, Lena D’Água, Luís Portugal e Rui Pregal da Cunha, entre muitos outros. "Toda a gente reagiu com grande entusiasmo à proposta", garante Luís Varatojo, que explica que, do espetáculo, vão constar "30 canções que toda a gente conhece".
"Estamos a preparar um espetáculo com base nos hits da música pop-rock portuguesa dos anos 80 e 90", confirma. "Canções cujos refrães toda a gente sabe cantar, mesmo que não saibam de quem são". Entre elas, vão estar ‘Dunas’, dos GNR, ‘O Corpo é que Paga’, de António Variações, ‘Paixão’, dos Heróis do Mar e ‘Capitão Romance’, dos Ornatos Violeta. Algumas das músicas vão ser interpretadas em dueto, outras serão apropriadas por vozes inesperadas. Ana Bacalhau, por exemplo, vai cantar ‘Vida de Marinheiro’, dos Sitiados, e Luís Portugal uma canção dos Táxi.

Todas as músicas serão acompanhadas por uma projeção de vídeo. "Ao longo de duas horas, vai haver muitas surpresas e será um espetáculo muito dinâmico", conclui Varatojo.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!