Sub-categorias

Notícia

Loire, o refúgio da nobreza francesa

Região alberga cidades medievais e castelos que mais parecem saídos dos contos de fadas da Disney.
Por Sónia Dias|19.05.17
  • partilhe
  • 7
  • +
Património mundial da unesco, o Vale do Loire alberga centenas de castelos imponentes, na sua maioria abertos ao público e muito bem conservados. Adultos e crianças não terão dificuldade em imaginar-se numa fantasia de reis e princesas nestes edifícios que misturam os estilos medieval e renascentista, e que, entre os séculos XV e XVI, serviram de refúgio à nobreza e a figuras célebres como Leonardo Da Vinci.

O Jardim da França - como ficou conhecido o Vale do Loire - a cerca de 160 quilómetros de Paris - é hoje um dos principais destinos turísticos do país, recebendo mais de quatro milhões de visitantes todos os anos. Além dos castelos, a produção de vinho e a gastronomia são outras grandes atrações da região.

Castelos de luxo recriados em contos da Disney e de Hergé
O château du Chambord, antigo pavilhão de caça remodelado por Francisco I, em 1515, é o maior e mais grandioso do Loire, com a sua escadaria e o quarto do rei forrado a veludo. Não tardou que outros nobres decidissem construir castelos na região. Chenonceau (foto principal), que pertenceu a Diane de Poitiers e apaixonou Catarina de Médicis, é de visita obrigatória com as suas arcadas sobre o rio. Há ainda o Château d’Ussé, que inspirou o castelo da Bela Adormecida, e o de Cheverny, recriado por Hergé nas aventuras de Tintin.

Terra de Joana d’Arc
Orleães é a cidade mais importante do vale do loire. Foi aqui que, no século XV, uma jovem camponesa de nome Joana D’Arc libertou a cidade do cerco britânico durante a Guerra dos Cem Anos, o maior conflito europeu da Idade Média, a 8 de maio de 1429. A vitória, contudo, não a salvou da fogueira, onde morreu a 30 de maio de 1431. Mais tarde, viria a tornar-se santa padroeira de França.



pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Cm ao Minuto

pub