Lula da Silva é candidato à presidência do Brasil

Partido revela casos de condenados que foram autorizados a concorrer e diz que país "nunca precisou" tanto de antigo governante como agora.
O Partido dos Trabalhadores, PT, confirmou este sábado a candidatura de Lula da Silva às presidenciais de outubro, apesar de o antigo governante ter sido condenado a 12 anos de cadeia por corrupção e estar preso a cumprir a pena.

Na convenção, foi reafirmado que o PT, desafiando a justiça, não escolherá outro candidato e insistirá em Lula. "O Brasil nunca precisou tanto do Lula. O que está em jogo é muito mais do que uma candidatura presidencial. Não há plano B, não há plano C, o que há é Lula livre, candidato e presidente", vincou Paulo Pimenta, líder do PT no Congresso Nacional, enquanto Gleisi Hoffmann, presidente do partido, acrescentou: "Viemos aqui para votar no Lula. O Lula é o nosso candidato à presidência da República."

Pela chamada Lei da Ficha Limpa, que impede pessoas condenadas em segunda instância - o caso do antigo presidente brasileiro - de disputarem qualquer eleição, Lula está inelegível, mas o PT defende que mesmo assim pode candidatar-se.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!