Mais de 150 médicos do S. José assinam carta solidária com chefes demissionários

Nas equipas de urgência de medicina e cirurgia trabalham cerca de 170 clínicos.
Por Lusa|19.07.18
  • partilhe
  • 0
  • +

Mais de 150 médicos do Hospital São José, em Lisboa, assinaram uma carta de apoio aos 16 chefes de equipa de medicina interna e cirurgia geral que recentemente pediram a demissão por falta de condições para tratar os doentes.

A notícia foi avançada à agência Lusa pelo bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, que anunciou ainda que iria enviar ao ministro da Saúde a carta de apoio aos chefes demissionários.

No início do mês, os 16 chefes apresentaram a sua demissão por considerarem que a assistência médica prestada no serviço de urgência tinha ultrapassado "os limites mínimos de segurança aceitáveis para o tratamento dos doentes críticos".

Hoje, o bastonário Miguel Guimarães tornou pública a posição de 157 médicos daquele hospital, na sua maioria clínicos das equipas de urgência de cirurgia geral e medicina interna, que assim confirmam os problemas denunciados pelos chefes.

Nas equipas de urgência de medicina e cirurgia trabalham cerca de 170 clínicos.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!