Manuel Pinho já não é arguido no caso EDP

Medidas de coação foram consideradas sem efeito.
18.05.18
O juiz de instrução da investigação das rendas à EDP declarou sem efeito as medidas de coação aplicadas ao antigo ministro da Economia Manuel Pinho.

Ivo Rosa considerou que houve irregularidades na constituição do ex-governante do Governo de Sócrates como arguido, confirmou a SÁBADO junto do advogado, Ricardo Sá Fernandes.

Esta decisão dá razão ao pedido da defesa de Pinho, que avançara com o pedido de nulidade da decisão. Sá Fernandes alegava que o ex-ministro não fora informado dos factos de que era suspeito, quando começou a ser interrogado.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!
Comentário mais votadoEscreva o seu comentário
  • De  Anónimo 18.05.18
    Pseudo Justiça. Forte com os fracos e cobarde com os poderosos.
1 Comentário
  • De  Anónimo 18.05.18
    Pseudo Justiça. Forte com os fracos e cobarde com os poderosos.
    Responder
     
     0
    !