Sub-categorias

Notícia

Mário Nogueira diz que quem deve emigrar é o primeiro-ministro

O secretário-geral da Fenprof, Mário Nogueira, indignou-se neste domingo por o primeiro-ministro ter admitido ao ‘Correio da Manhã’ que os professores portugueses podem encontrar no mercado de língua portuguesa uma alternativa ao desemprego em Portugal, aconselhando Passos Coelho a emigrar.
18.12.11
  • partilhe
  • 0
  • +
Mário Nogueira diz que quem deve emigrar é o primeiro-ministro
Mário Nogueira sublinhou que os portugueses têm o direito de estar em Portugal e ter trabalho em Portugal Foto Manuel Vicente

“Penso que o senhor primeiro-ministro podia aproveitar (a sugestão) e ir ele próprio desgovernar outros países e outros povos. Não desejo no entanto que esses países e esses povos sejam os nossos irmãos de língua portuguesa", disse Mário Nogueira, reagindo à entrevista publicada neste domingo pelo Correio da Manhã.  

Na entrevista, Pedro Passos Coelho admite que os professores portugueses podem olhar para o mercado da língua portuguesa como uma alternativa ao desemprego que afecta a classe em Portugal.  

"Em Angola e não só, o Brasil também tem uma grande necessidade, ao nível do ensino básico e secundário, de mão de obra qualificada", respondeu o primeiro-ministro quando questionado se aconselharia os professores excedentários em Portugal a abandonar a sua zona de conforto e procurar emprego noutro sítio.  

"Sabemos que há muitos professores em Portugal que não têm, nesta altura, ocupação. E o próprio sistema privado não consegue ter oferta para todos. Estamos com uma demografia decrescente, como todos sabem, e portanto nos próximos anos haverá muita gente em Portugal que, das duas uma, ou consegue, nessa área, fazer formação e estar disponível para outras áreas ou, querendo manter-se, sobretudo como professores, podem olhar para todo o mercado de língua portuguesa e encontrar aí uma alternativa", disse o primeiro-ministro. 

Em declarações à Lusa, o líder da Federação Nacional dos Professores (Fenprof) afirmou que os cidadãos daqueles países "merecem muito melhor" do que Portugal tem hoje em termos políticos.   

"Só por isso é que não desejo que ele (Passos) vá para lá", declarou. 

Para Mário Nogueira, a Educação em Portugal está, neste momento, debaixo de fogo, "o fogo de quem está a ver como é que consegue pôr o menor número possível de professores nas escolas".  

Mário Nogueira sublinhou que os portugueses têm o direito de estar em Portugal e ter trabalho em Portugal: "Dizer que têm de emigrar é uma falta de vergonha imensa."

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!
Comentário mais votadoEscreva o seu comentário
  • De carlos.s.basto14.06.16
    Ter direito de cá estar é uma coisa e condições para cá estar é outra. Duma a outra ainda vai um passo muito longo. <br/>
2 Comentários
  • De Sabrina14.06.16
    Tentem abrir trabalhos em Portugal. Que anda o governo a fazer?
    Responder
     
     0
    !
  • De carlos.s.basto14.06.16
    Ter direito de cá estar é uma coisa e condições para cá estar é outra. Duma a outra ainda vai um passo muito longo.
    Responder
     
     1
    !

Mais notícias

Mais notícias de Cm ao Minuto

pub