Marroquino detido em Portugal nega crimes de terrorismo

Abdesselam Tazi, 64 anos, foi interrogado esta quarta-feira durante quatro horas.
06.06.18
O cidadão marroquino acusado de pertencer ao grupo terrorista Daesh e de recrutar operacionais em Portugal, a troco de 1.500 euros mensais, voltou a rejeitar o seu envolvimento em atos terroristas.  
Marroquino detido em Portugal nega crimes de terrorismo


Abdesselam Tazi, 64 anos, foi esta quarta-feira interrogado durante quatro horas pelo juiz Ivo Rosa, do Tribunal Central de Instrução Criminal de Lisboa, estando indiciado por vários crimes ligados a atividades terroristas. 

À saída, o defendor de Tazi disse ao CM que podem estar em causa alguns crimes, mas que o cidadão marroquino rejeita ter participado de atos terroristas. 

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!