Menina de quatro anos finge dormir para escapar a pai homicida

Criança foi a única sobrevivente do massacre levado a cabo pelo progenitor.
25.02.18

Uma menina, de quatro anos, fingiu estará dormir enquanto o pai, Dornubari Dugbor, disparava sobre a mulher, Katrina Banks e o enteado, Kevin Johnson de 31 e 15 anos, respetivamente. O homicida suicidou-se após o crime e a criança encontrou um cenário de terror ao sair do quarto. O crime aconteceu em Missouri, Estados Unidos.

Segundo as autoridades, a menina  fingiu estar a dormir após os dois primeiros tiros, que mataram a mãe e o meio-irmão. Depois, perante o silêncio, a criança achou que estava em segurança e saiu do quarto, no momento em que o pai se preparava para cometer suicídio. Dornubari Dugbor só aí viu que a criança estava acordada e ordenou que regressasse ao quarto. A menina viu o corpo da mãe e do meio-irmão no chão e só voltou a sair do quarto após o terceiro disparo, auto-infligido pelo pai.

As suspeitas iniciais apontavam para um triplo homicídio, mas a perícia concluiu que a trajetória das balas não apoiava essa suposição.

A polícia chegou ao local alguns minutos depois do suicídio do criminoso que informou os paramédicos da morada e do cenário que iriam encontrar – "três corpos no interior da casa".

O motivo do crime permanece por apurar.

O casal tinha planos para casar no final deste ano e os vizinhos afirmam que nunca reparam em discussões entre os pais da menina.

A criança está internada e a receber apoio psicológico.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!