Merkel chega a acordo com ministro do Interior e salva governo da Alemanha

Seehofer garantiu esta segunda-feira que partidos conservadores chegaram a acordo sobre migração.
02.07.18
O ministro do Interior alemão, Horst Seehofer, garantiu esta segunda-feira que já não se irá demitir, decisão que poderá salvar a coligação e o governo da Alemanha. 

Nos últimos dias, o clima de tensão entre Seehofer e Angela Merkel tinha deixado antever uma possível demissão, mas os dois partidos conservadores conseguiram, esta noite, chegar a um acordo e encontrar uma "solução sustentável". 

Angela Merkel tem tentado salvar a coligação que lhe permite liderar o rumo de Berlim, mas a política externa, em especial a de migração, estava a provocar cisões no Governo. 

A chanceler alemã propôs, este sábado, aos parceiros de governo várias medidas de controlo da imigração, incluindo acordos de repatriamento com 14 parceiros europeus, entre os quais Portugal, para pôr fim às divisões que ameaçam a coligação. O líder do partido-irmão bávaro (CSU) da CDU, Horst Seehofer, defendeu, numa reunião do seu partido, que não vê alternativa a recusar a estadia a migrantes que cheguem à fronteira da Alemanha. Uma posição que chocava frontalmente com a de Merkel. 

Agora, os dois partidos parecem ter encontrado uma solução que funcione para ambos, alcançando um "acordo claro" para "travar a imigração ilegal na fronteira alemã-austríaca", pelo que Seehofer garante que irá ficar na sua posição. 

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!