Migrantes doentes em navio em Itália

Ministro do Interior, Matteo Salvini, recusa receber os migrantes até ter garantias de apoio dos restantes países da União Europeia.
26.08.18
  • partilhe
  • 0
  • +
Um grupo de médicos pediu este sábado ao governo italiano que permita a saída de 16 migrantes doentes do navio da Guarda Costeira italiana que, desde segunda-feira, está aportado na Catânia, Sicília, com 134 pessoas a bordo.

O ministro do Interior, Matteo Salvini, recusa receber os migrantes até ter garantias de apoio dos restantes países da União Europeia (UE).

"Pessoas assustadas que podem precisar de proteção internacional não devem ser usadas como arma política", afirmou a ONU, pedindo cooperação para resolver o caso. Um encontro de dez países da UE em Bruxelas acabou sem acordo.


pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!