Ministério Público do Porto associa sete pessoas a fraudes no ramo automóvel

Por Lusa|29.10.15
  • partilhe
  • 0
  • +

O Ministério Público do Porto acusou sete pessoas pela prática de crimes de recetação, burla qualificada e falsificação de documentos relacionados com fraudes no ramo automóvel, informa a Procuradoria-Geral Distrital (PGD).

Só um dos arguidos está acusado por um total de 61 crimes, refere a PGD na página da Internet hoje consultada pela agência Lusa.

Os factos remontam aos anos de 2010 e 2011 e, segundo o despacho de acusação citado pela PGD, centravam-se na "atividade de um dos arguidos que adquiria veículos furtados que depois encaminhava para um armazém, em Esmoriz", distrito de Aveiro.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!