Ministro da Defesa rejeita que furto em Tancos resulte de desinvestimento

Azeredo Lopes volta a garantir não foi informado de qualquer problema de insegurança.
07.07.17
  • partilhe
  • 2
  • +
O ministro da Defesa, Azeredo Lopes, rejeitou hoje que as falhas na proteção de material militar possam ser justificadas com desinvestimento ou falta de efetivos e reiterou que não foi informado de qualquer problema de insegurança.

Para Azeredo Lopes, trata-se de uma "questão de soberania" e seria "insultar as Forças Armadas" relacionar falhas e deficiências na proteção de material militar com qualquer "desinvestimento" ou falta de efetivos.

O ministro da Defesa rejeitou que o furto "resulte de constrangimentos severos", considerando que essa interpretação levaria a "um problema significativo de soberania".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!