Morreu Rui Alarcão, ex-reitor da Universidade de Coimbra

Antigo professor tinha 88 anos.
Por Lusa|19.08.18

O ex-reitor da Universidade de Coimbra Rui Alarcão morreu este domingo, no Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, onde se encontrava internado, revelou à Lusa fonte da Universidade de Coimbra.

Nascido em 1930, o professor universitário de Direito, 88 anos, foi reitor da Universidade de Coimbra entre os anos de 1982 e 1998, além de membro da Comissão Constitucional e Membro do Conselho de Estado.

"Deixou a sua marca de Professor Catedrático da Faculdade de Direito UC na Lei da Autonomia Universitária que muito ajudou a consolidar nos seus mandatos. E deixou a sua marca em todos aqueles que tiveram o privilégio de o conhecer e de com ele privar: estudantes, professores, funcionários", escreveu no Facebook a deputada Margarida Mano, a primeira a avançar com a notícia da morte do ex-reitor.

Marcelo destaca "jurista brilhante" e "defensor da autonomia universitária"
O Presidente da República enviou "sentidas condolências" à família do ex-reitor da Universidade de Coimbra Rui Alarcão, falecido hoje, e àquela instituição, afirmando tratar-se de "um dos juristas mais brilhantes da sua geração" e "defensor da autonomia universitária".

"Um dos juristas mais brilhantes da sua geração, civilista que contribuiu decisivamente para o nosso atual Código Civil e para o prestígio da Universidade de Coimbra, seja como professor, seja como seu Reitor, Rui Alarcão foi um homem de princípios e de valores, que ao longo de toda a vida se bateu por um Portugal mais livre, mais democrático e mais justo", lê-se em nota publicada no sítio da Internet da Presidência da República.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!