MP pede absolvição de jovem acusado de triplo homicídio na Cova da Moura

"A única coisa que tenho a dizer é que não tive nada a ver com este crime", disse o arguido.
Por Lusa|06.03.18
  • partilhe
  • 0
  • +
O jovem acusado de disparar sobre um grupo rival na Cova da Moura (Amadora), provocando um morto e ferimentos em dois jovens, negou hoje ter sido o autor do crime, após o Ministério Público pedir a sua absolvição.

"A única coisa que tenho a dizer é que não tive nada a ver com este crime", disse o arguido, quando questionado se queria prestar declarações pelo juiz presidente do coletivo, no Tribunal de Lisboa Oeste, em Sintra.

O arguido, atualmente com 24 anos, está a ser julgado por três crimes de homicídio, dois dos quais na forma tentada, suspeito de ter disparado contra um grupo rival na madrugada de 14 de outubro de 2013, no Beco de São José, no bairro Cova da Moura, concelho da Amadora.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!