Sub-categorias

Notícia

Mulher ganha direito a masturbar-se no trabalho

Uma brasileira, de 36 anos, venceu uma batalha judicial, ganhando o direito a masturbar-se no local de trabalho, devido a uma necessidade compulsiva de orgasmos.
05.05.11
  • partilhe
  • 0
  • +
Mulher ganha direito a masturbar-se no trabalho
Mulher sente necessidade de se masturbar cerca de 18 vezes por dia Foto Ricardo Cabral

Ana Catarina Bezerra Silvares é contabilista e possui uma doença bastante rara – compulsão orgástica.

Esta é fruto de uma alteração química no córtex cerebral, fazendo com que a mulher esteja constantemente à procura de orgasmos, de modo aliviar o seu estado de ansiedade.  

De acordo com o jornal brasileiro ‘Região Noroeste’ houve dias em que Ana Catarina se masturbou 47 vezes. “Foi neste momento que procurei ajuda. Comecei a suspeitar que isto poderia ser anormal”, disse.

O Dr. Carlos Howert Jr. acompanha Ana Catarina há três anos, receitando-lhe um “cocktail” de ansiolíticos, de modo a diminuir os seus níveis de ansiedade e, por consequência, masturbar-se apenas 18 vezes por dia, lê-se no mesmo jornal.

Em Abril de 2011, Ana Catarina ganhou uma batalha judicial, adquirindo o direito, concedido pelo Ministério do Trabalho, a masturbar-se no seu emprego e a usar o computador da empresa para aceder a imagens eróticas.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Cm ao Minuto

pub