Sub-categorias

Notícia

Nelson queria 'roubar' arroz e ofereceram-lhe cabaz

Desempregado e a sofrer de doença degenerativa, Nelson Arraiolos prometeu roubar um pacote de arroz para sobreviver. Acabou surpreendido por supermercado.
04.12.13
Nelson queria 'roubar' arroz e ofereceram-lhe cabaz
Nelson Arraiolos à entrada do supermercado Foto Pedro Catarino 

Nelson Arraiolos, desempregado de 41 anos, realizou esta quarta-feira mais uma ação de protesto contra a “crise que atira cada vez mais gente para uma ilegalidade envergonhada”, ao entrar no Pingo Doce do Rossio, em Lisboa, com o intuito de sair sem pagar um quilo de arroz.

A gerência do supermercado acabou por surpreendê-lo ao entregar-lhe um cabaz de natal com massa, arroz, bolachas, farinha, ananás e o tradicional bacalhau, produtos que irão alimentar uma família com graves carências socioeconómicas.

Vítima de uma doença degenerativa (doença de Charcot Marie-Tooth), que o impede de levantar pesos, e desempregado há mais de dois anos, Nelson sobrevive com a ajuda dos pais reformados e dos amigos, solidários com a sua história e causa de vida.

“Como uma das pessoas atirada para essa ilegalidade, estou a dar a cara por este acto, para que a vergonha de milhares de desempregados deixe de estar escondida”, declarou.

Depois de escrever ao Presidente da República, Cavaco Silva, explicando que não vai pagar impostos, e de andar de autocarro sem pagar o bilhete, Nelson garante que “não aceitará sem lutar que o condenem a uma lenta morte económica e consequente morte física”.

Para o futuro deixa a possibilidade de outras ações de protesto, “em hora e local a anunciar”, sempre contra as escolhas do Governo, que “não hesita quando chega o momento de optar entre tapar buracos de BPN, swap E PPP ou resgatar a população”.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!
17 Comentários
  • De DN05.12.13
    Epa. Não sejam assim. O PD teve uma acção de louvar. Se é por publicidade ou não, não interessa... foi uma acção bonita.
    Responder
     
     4
    !
  • De 190405.12.13
    Não ofereçam cabazes. Ofereçam um emprego! Mas isso não deve interessar nem a um nem a outro...
    Responder
     
     11
    !
  • De Bento05.12.13
    Mas sera que as pessoas lêem o artigo antes de o comentar? Duvido ou então têem o cérebro ja tão intoxicado que ja não são capazes de raciocinar.
    Responder
     
     11
    !
  • De Luis Ferreira05.12.13
    A ver se eu percebi! A quem fôr ao PD do Rossio e ameaçar roubar um quilo de arroz, dão-lhe um cabaz de Natal? E posso trocar a massa+bolachas+farinha, por outro artigo? Eh pá!... Agora é que vou começar a poupar.
    Responder
     
     29
    !
  • De aaapois05.12.13
    Sem querer parecer mau da fita mas agora actos de criminalidade são recompensados? Realmente tenho andado a viver a vida ao contrário entao...
    Responder
     
     21
    !

Mais notícias

Mais notícias de Cm ao Minuto

pub