Novo estudo diz que furacão Maria matou mais de 4.600 pessoas em Porto Rico

Por Lusa|29.05.18
  • partilhe
  • 0
  • +

O furacão Maria, que atingiu em setembro passado o território norte-americano de Porto Rico, matou mais de 4.600 pessoas, segundo um novo estudo independente divulgado hoje que contesta o balanço oficial de 64 mortos naquela intempérie.

A partir de ações de trabalho de campo, uma equipa de investigadores da Universidade de Harvard constatou que, nos três meses seguintes ao furacão, a taxa de mortalidade naquele território norte-americano aumentou 62% em comparação com os níveis registados no mesmo período em 2016.

O estudo recordou que o furacão Maria, que oscilou entre as categorias 4 e 5 (a mais elevada) quando atingiu a ilha de Porto Rico a 20 de setembro de 2017, deixou um rasto de destruição, com muitas casas danificadas, estradas cortadas, infraestruturas arrasadas e dezenas de milhares de pessoas obrigadas a procurarem refúgio em abrigos. Muitos habitantes ficaram privados de eletricidade, água, telefone ou de transportes, o que impossibilitou as pessoas de terem acesso a cuidados.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!