Número de camas nos cuidados continuados cresceu 8,4% num ano

Foram criadas camas pediátricas nesta rede e não existiam doentes a aguardar vaga nesta tipologia.
Por Lusa|29.08.17
  • partilhe
  • 0
  • +
O número de camas nos cuidados continuados cresceu 8,4% em 2016, passando a existir 8.112 lugares de internamento, um acréscimo de 631 em relação ao ano anterior.

O relatório sobre o acesso a cuidados de saúde referente ao ano passado, a que a agência Lusa teve acesso, mostra que o crescimento do número de camas da Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados (RNCCI) foi suportado sobretudo pelas camas de longa duração e manutenção e de média duração e reabilitação.

Em 2016 houve um crescimento de 4,5% no número de utentes assistidos na RNCCI, bem como dos utentes referenciados.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!