Operação Fizz: Defesa de Paulo Blanco pede absolvição e diz que investigação foi obstinada

Por Lusa|21.06.18
  • partilhe
  • 0
  • +

A advogada de defesa de Paulo Blanco pediu a absolvição do arguido da Operação Fizz, alegando que o processo deveria ter sido arquivado na fase de inquérito e que a investigação do Ministério Público foi conduzida de forma obstinada.

Ana Rita Relógio, que fez as suas alegações na sessão da tarde, disse que durante o julgamento, que teve 49 sessões, houve um "reconhecimento total da inocência" do advogado Paulo Blanco e que "a verdade material é clara e evidente".

Para a advogada, nenhum dos crimes que foram imputados aos três arguidos -- corrupção, branqueamento, violação do segredo de justiça e falsificação de documento -- "correspondem à verdade", criticando a investigação do MP por se ter "vinculado a uma denuncia anónima que lhe chegou".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!