Supremo revoga suspensão de funções a Fátima Galante

Juíza desembargadora é um dos 13 arguidos na Operação Lex.
Por Lusa|16.07.18

A defesa de Fátima Galante na Operação Lex, que envolve também o juiz Rui Rangel, confirmou que foi notificada da decisão do Supremo Tribunal de Justiça de revogar a suspensão de funções que tinha sido imposta àquela juíza desembargadora.

A juíza desembargadora Fátima Galante é uma dos 13 arguidos neste caso, que envolve, entre outros, o juiz Rui Rangel, o presidente do Benfica, Luis Filipe Vieira, o vice-presidente do clube Fernando Tavares, e ainda João Rodrigues, advogado e ex-presidente da Federação Portuguesa de Futebol.

Fátima Galante viu o juiz de instrução criminal decretar-lhe como medidas de coação a suspensão de funções e a proibição de contactos com determinados arguidos, uma decisão que foi agora revogada pelo Supremo Tribunal de Justiça (STJ).

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!