Ordem vai pagar salário de enfermeiros

Hospital cortou vencimento a 17 profissionais.
Por Sónia Trigueirão|28.09.17
A Ordem dos Enfermeiros (OE) vai dar apoio aos 17 profissionais especialistas em saúde materna e obstetrícia do Hospital de Guimarães que tiveram um corte salarial devido ao protesto que estão a cumprir.

Em declarações ao CM, Ana Rita Cavaco, bastonária da OE, disse que um advogado vai tentar impugnar o ato praticado pela unidade hospitalar e que a Ordem vai acionar o fundo de solidariedade para pagar a parte que os enfermeiros de Guimarães não receberam."Estes enfermeiros não devem ter recebido mais do que 400 euros este mês", disse a Bastonária, explicando que os estatutos da Ordem permitem ter uma função social que "pode ser aplicada aos seus membros".

Ana Rita Cavaco já elaborou a proposta para acionar o Fundo. "A proposta tem de ser votada pelo conselho diretivo e acredito que a partir de sexta-feira estejam reunidas as condições legais para os ajudar", disse.

O Hospital da Senhora da Oliveira, em Guimarães, admitiu à agência Lusa que marcou faltas injustificadas, mas que o fez em cumprimento ao parecer do Conselho Consultivo da Procuradoria Geral da República (PGR).


pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!