Sub-categorias

Notícia

Pedrógão Grande: UE admite excluir gastos com catástrofe de cálculo do défice

Por Lusa|19.06.17
  • partilhe
  • 0
  • +

A Comissão Europeia admitiu hoje a exclusão no cálculo do défice de Portugal das verbas gastas com apoios de emergência, na sequência dos incêndios do fim de semana, que provocaram, pelo menos, 62 mortos.

"De acordo com as regras da União Europeia (UE), as verbas gastas em resposta a grandes catástrofes naturais podem ser classificadas como 'one off'", ou seja, uma medida de exceção irrepetível que não é considerada para calcular o défice, disse a porta-voz para os Assuntos Económicos e Financeiros, Annika Breidthardt.

A porta-voz adiantou que não há, para já, nenhum pedido específico do Governo português nesse sentido.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Cm ao Minuto

Editoriais

Falha imperdoável

Duas semanas antes do início da fase Charlie houve um alerta meteorológico para condições extremas e atípicas, propícias à propagação de fogos.

Fernanda Cachão

A época de incêndios

Os burocratas, decretaram que a fase mais crítica dos fogos em Portugal tem um calendário, e a tutela não os quis contrariar.

Colunistas

Equívoco pontual?

Foi o momento para confirmar a desconsideração do poder político pelo judicial.

Manuel Maria Rodrigues

Mais do mesmo

A mediocridade política também produz resultados a médio/longo prazo.

Mário Nogueira

Carreira docente

O governo pretende apagar os quase 10 anos cumpridos mas não contados.

Francisco José Viegas

Blog

É um estado de guerra e de dor no país. 36 mortos.

pub