Penas pesadas para corrupção no PP

Audiência Nacional condenou a 51 anos de cadeia o empresário Francisco Correa e a 33 anos o ex-tesoureiro do partido Luis Bárcenas.
Por Francisco J. Gonçalves|25.05.18
  • partilhe
  • 8
  • +
Chegou ontem ao fim, após dez anos de investigação e quase ano e meio de julgamento, o chamado caso Gürtel, processo de corrupção que envolve o Partido Popular (PP), do primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy.

A Audiência Nacional condenou a 51 anos de cadeia o empresário Francisco Correa, líder da rede corrupta, e a 33 anos, e multa de 44 milhões de euros, Luis Bárcenas, ex-tesoureiro do PP.

A sentença considerou Bárcenas peça fundamental "do autêntico sistema de defraudação do erário público" criado por Correa, pois era ele quem intermediava a adjudicação de contratos públicos entre câmaras do PP e empresas de Correa. Bárcenas terá chegado a acumular 48 milhões de euros na Suíça "graças às comissões".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!