Perde trabalho após diagnóstico errado de epilepsia

Rod Puckey, de 63 anos, foi impossibilitado de conduzir.
28.08.18
Um homem de 63 anos, de West Midlands, Inglaterra, alega ter perdido o trabalho e a carta de condução após um diagnóstico errado de epilepsia. Rod Puckey tinha, no entanto, uma diarreia extrema. 

O homem sentia-se mal, com suores e corria constantemente para a casa-de-banho depois ter tido uma infeção viral em março. O pai de quatro filhos decidiu então recorrer a uma unidade hospitalar que lhe terá diagnosticado com um "episódio de epilepsia precoce", segundo cita o jornal Mirror.

Após o diagnóstico, contactou o equivalente ao Instituto de Mobilidade e dos transportes em Inglaterra, uma vez que o seu trabalho era entregar equipamentos médicos pela Europa, que lhe disse que não poderia conduzir num período de seis meses, o que significava que também não poderia trabalhar.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!
Comentário mais votadoEscreva o seu comentário
  • De jotana28.08.18
    Por cá também muitos são os diagnósticos errados…..Concerteza ele vai lutar para recuperar o seu trabalho e que processe o hospital e os médicos que lhe fizeram o diagnóstico errado.
1 Comentário
  • De jotana28.08.18
    Por cá também muitos são os diagnósticos errados…..Concerteza ele vai lutar para recuperar o seu trabalho e que processe o hospital e os médicos que lhe fizeram o diagnóstico errado.
    Responder
     
     0
    !