Piloto herói aterrou avião no México evitando explosão

Passageiros elogiam sangue-frio Carlos Meyran, que fez a aterragem de emergência que salvou a vida a todos os ocupantes.
Por Francisco J. Gonçalves|03.08.18
A sobrevivência 'milagrosa' dos 103 ocupantes do avião da Aeroméxico que se despenhou na terça-feira em Durango ficou a dever muito à perícia do piloto. De acordo com vários passageiros do voo AM 2431, que seguia para a Cidade do México, o piloto, Carlos Galván Meyran, de 38 anos, conseguiu manter o aparelho direito, fazendo-o aterrar sem explodir ao embater no solo.  
Avião cai com 103 pessoas a bordo


"O aparelho caiu de barriga e ficámos ao nível do solo. Quando saí, desci um degrau de 30 cm e já estava em terra", afirmou Rómulo Campuzano González, um dos 99 passageiros e líder regional do Partido Ação Nacional (PAN).

Rómulo recorda também que o piloto deu o alerta imediato. "Estamos em situação de emergência crítica. Ponham-se em posição de impacto", foi a mensagem do piloto. Logo de seguida, "senti uma pancada terrível", recorda Rómulo: "Senti dores nas costas e logo a seguir o avião saltou depois de embater em terra." No interior foi o caos, com malas a cair das bagageiras sobre os passageiros, entre um ruído ensurdecedor.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!