Pinto da Costa foi ao balneário do árbitro no final do clássico com o Benfica

Relatório refere insultos proferidos por outros dois dirigentes do FC Porto.
22.12.17

Jorge Nuno Pinto da Costa, presidente do Futebol Clube do Porto, esteve no balneário do árbitro Jorge de Sousa, no final do clássico contra o Benfica, disputado a 1 de dezembro. Segundo noticia esta sexta-feira o jornal Record, o dirigente teve "um breve e curto diálogo, de forma correta e educada", sobre os casos do jogo.

Pinto da Costa foi ao balneário do árbitro no final do clássico com o Benfica


O encontro consta do relatório de Jorge de Sousa, que refere abordagens bem menos simpáticas de outros dirigentes portistas. Por exemplo, segundo o Record, Luís Gonçalves, diretor geral de futebol do clube, que foi expulso no final do jogo, terá gritado à porta da cabine dos árbitros: "isto é um roubo, isto é uma vergonha". Gesto semelhante ao de Fernando Saul, Oficial de Ligação aos Adeptos dos dragões, que gritou:  "estamos fartos de ser roubados".

Benfica reclama punição mais severa
Segundo a notícia do Record, o Benfica pede punição mais severa para o FC Porto pelo comportamento dos adeptos, uma vez que os relatórios do árbitro, do delegado e da PSP mencionam o facto de os jogadores encarnados terem sido alvo do lançamento de bolas de golfe e hastes de bandeira. Também é referida a agressão de um adepto portista ao jogador Pizzi, junto ao banco dos benfiquistas. O FC Porto foi multado pela Liga em 2896 euros, castigo que o Benfica considera ser muito mais brando que o previsto nos regulamentos.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!
Comentário mais votadoEscreva o seu comentário
  • De mrspock22.12.17
    foi entregar o bolo rei e o champanhe
1 Comentário
  • De mrspock22.12.17
    foi entregar o bolo rei e o champanhe
    Responder
     
     0
    !