Sub-categorias

Notícia

Pit bull acorrentado e sem comida salvo pela GNR

Cão estava preso num quintal há um mês. Pesa apenas 12 quilos, muito menos de metade do normal.
20.03.13
  • partilhe
  • 0
  • +

A GNR salvou um cão de raça pit bull, sem alimentação e desidratado, que se encontrava acorrentado há cerca de um mês, em Ria de Loba, Viseu. Ao Correio da Manhã, o responsável das relações públicas do Comando Territorial da GNR de Viseu confirmou que o animal se encontrava em “condição de abandono”.

O tenente-coronel José Machado explica que “o cão pertencia a um indivíduo detido há cerca de um mês pela Polícia Judiciária, encontrando-se agora em prisão preventiva, e terá sido entregue aos cuidados de alguém que decidiu não tratar dele”. Foi durante um patrulhamento em Ria de Loba, que três militares da GNR se aperceberam da condição deste animal, acorrentado no quintal de uma vivenda.

“É daqueles cães integrados na legislação vigente de potencialmente perigosos. Por estar acorrentado, não oferecia qualquer perigo. De qualquer forma, estava demasiado debilitado para ser perigoso” – explica a mesma fonte, acrescentado que este pit bull não tinha licença nem seguro obrigatórios. “Já foi levantado um auto de contraordenação por abandono de animais [que se traduz numa coima de até 500 euros] e outro por falta de documentação necessária.”

O pit bull, que não deverá pesar mais de 12 quilos – menos de metade do seu peso normal –, foi entregue aos cuidados da associação Cantinho dos Animais Abandonados de Viseu. Ao CM, Ana Vaz garante nunca ter recebido um cão em tão debilitado estado, ferido nas patas e focinho. “Nunca vimos nada disto. Ou este animal foi tratado só para submissão, ou foi brutalmente espancado durante toda a sua vida. Porquê? Quando nos vê chegar a postura de passa a ser de total submissão: deitado no chão, de barriga para baixo e com as patas estendidas. Pensamos que já foi um cão de luta – mas temos que ficar só no pensamento.”

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!
Comentário mais votadoEscreva o seu comentário
  • De Yalioblio08.11.15
    Não diga isso da GNR. Tem feito acções fantásticas em prole dos animais abandonados.
9 Comentários
  • De Guilherme20.03.13
    E o novo dono do cao já foi entregue no canil municipal para abate?...
    Responder
     
     2
    !
  • De Zé Toni20.03.13
    12 kilos era o peso dos ossos, enquanto isso o responsável tem cama e comida à minha conta, querem poupar na despesa dos reclusos a solução será prisões financiadas por laboratórios farmacêuticos e de cosmética.
    Responder
     
     2
    !
  • De Luzia20.03.13
    Oxalá encontre quem lhe de carinho e um dono que o mereça...
    Responder
     
     9
    !
  • De Quay Lude20.03.13
    E depois há quem fale nos «cães assassinos»... Estas raças têm muita força e quando entram em desespero causam dano. A causa? Está à vista!
    Responder
     
     9
    !
  • De Rita20.03.13
    Triste país que maltrata animais, viola crianças e bate em idosos! Vamos de mal a pior. Vergonha!
    Responder
     
     12
    !

Mais notícias

pub