Português julgado nos EUA por queimar cadela

Paulo Raposo, de 45 anos, vai a julgamento pelo crime de maus-tratos e crueldade sobre animais.
18.08.18
Paulo Raposo, um português de 45 anos emigrado nos Estados Unidos, vai ser julgado pelo crime de maus-tratos e crueldade sobre animais. É acusado de pontapear, arrastar e queimar a própria cadela. Foi denunciado por um familiar e pode ser condenado a dois anos de prisão.

O emigrante vai voltar ao tribunal de New Bedford, no estado de Massachusetts, a 16 de outubro. Na audiência preliminar, Paulo Raposo admitiu os maus-tratos, justificando-se com a dependência de álcool e drogas. Ainda assim, considerou-se inocente perante o juiz.

A denúncia teve lugar em junho. A polícia encontrou a cadela, de nome Bella, malnutrida, desidratada e com ferimentos, um deles provocado por um ferro quente.


pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!